Home » Cachorros - Dicas, Matérias, Raças, Saúde » Raças de Cachorros » Rhodesian Ridgeback – Raças Caninas

Rhodesian Ridgeback – Raças Caninas

Características da raça

Forte, musculoso, ativo e de silhueta harmoniosa – este é o Rhodesian Ridgeback. Reservado com os estranhos, sem apresentar agressividade ou confiabilidade, dá a sua vida a fim de proteger seus donos.

O Rhodesian é capaz de farejar, rastrear e acuar um intruso, mesmo sob situações bastante adversas. É muito ágil, veloz, resistente e capaz de cobrir longas distâncias. A raça não foi desenvolvida para matar os animais que caça, mas sim, acuar, intimidar e dominar a presas, sem tocá- las ou agredi-las fisicamente. Esta raça pode desempenhar função de cão farejador, policial e cão de pastoreio.

De grande porte, a raça deve ser criada, preferencialmente, em grandes espaços e requer ainda sessões diárias de exercícios.

Em competições, o Rhodesian se destaca em provas de obediência, “Schutzhunding” e conformação.

Histórico

Antes dos primeiros europeus chegarem ao sul da África, um povo nômade denominado khoikoi (os hotentores) criava cães conhecidos como Ridge Dogs: semi-selvagens, de tamanho regular, orelhas de porte alto e com uma interessante inversão de pêlo no dorso.

Os colonizadores europeus troxeram consigo seus Galgos, Pointers, Sabujos, Terriers, Mastins, Collies e Bulldogs. O cruzamento entre as raças européias e os cães dos hotentores deram origem ao Rhodesian Ridgeback.

A raça foi reconhecida oficialmente pelo South African Kennel Union, a partir de 1922, graças a paixão, dedicação e a condução de Mr. Francis Richard Barnes. O nome “Rhodesian Ridgeback” foi atribuído à raça em virtude do cão possuir uma protuberância exatamente na altura da espinha dorsal, em forma de uma pequena cordilheira. Este nome só é encontrado em registros a partir de 1928.

Perfil Clínico

O Rhodesian Ridgeback pode apresentar as seguintes doenças:

Displasia coxo-femural
Alteração física de caráter hereditário na articulação entre o fêmur e a bacia do cão, causando problemas de locomoção, dor e incômodo ao animal. Deve-se tomar cuidado para não confundir a displasia coxo-femural com a miolopatia degenerativa, também caracterizada por dificuldades de locomoção.

Surdez
Este é um problema que atinge alguns exemplares da raça, podendo ser bilateral ou unilateral. A surdez pode ser congênita em alguns exemplares, mas pode ser evidenciada ainda quando filhotes.

Resumo das características

Nacionalidade: África do Sul
Porte: Grande
Temperamento: Dominante
Treinabilidade: Rigoroso
Grau de Proteção: Grande
Espaço Necessário: Grande
Altura Mín. – Max.: 61cm – 68.6cm
Peso Mínimo: 29.5 kg
Peso Máximo: 38.6 kg
Nível de Energia: Médio
Exercícios Diários: 60 minutos
Cor: Abricot e Vermelho
Tipo de Pêlo: Curto
Troca de Pêlo: Mínima
Tosa: Não
Valor Estimado: R$ 800 à R$ 1500

Ajude a divulgar compartilhando Rhodesian Ridgeback – Raças Caninas

E você gostou dessa página? Deixe seus comentários!


ATENÇÃO, NÃO está sendo doado(a)!






Páginas ou assuntos relacionados

© 2019 Pet Vale - www.petvale.com.br - Todos os direitos reservados